quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Resenha - Estilhaça-me, de Tahereh Mafi

Título Original: Shatter Me
Ano de Publicação: 2012
Páginas: 304
Editora: Novo Conceito
Nota: 85/100

Desde o lançamento, eu estava intrigada a ler Estilhaça-me. Primeiro, pelo enredo da história; segundo, pelo ar distópico; depois pelo título e por último, a capa. Eu não consigo gostar de capas assim.  Quando fiquei sabendo que a Tahereh Mafi estaria na FLIT então... No final de tudo, não viajei para Palmas nas férias, não conheci a autora e só agora fui ler o livro. É a realidade da vida.

Juliette Ferrars é nossa protagonista e como narra na primeira frase do livro, está aprisionada a 264 dias em um cubículo de 1,48 m² solitária e esquecida. Até que recebe um companheiro de cela e as coisas começam finalmente a mudar. Juliette tem um dom e para a sociedade, é considerada um grande perigo, pois carrega alguns acidentes no seu passado. Mas há alguém interessado em conhecê-la melhor e se aproveitar de seu poder, ainda que seja para o mal.

Eu gostei do livro! Esperava muito mais, é verdade. O início é um pouco cansativo, pois nós só sabemos o que a Juliette sabe e nessa parte, ela não tem conhecimento de onde está, por quanto tempo ficará lá, por que recebeu um companheiro de cela. Ela só sabe por que está em um hospício: por conta de seu dom ou maldição. A narrativa poética, metafórica, lírica e outros adjetivos do tipo pode ser muito chata se você estiver lendo o livro com pressa. Então, essa é a minha dica: leia Estilhaça-me tranquilamente, prestando atenção em cada frase, cada pensamento.

Sabe aquela sensação de “Eu já li isso em algum lugar”? Senti isso várias vezes, mas pensando bem, creio eu que não é nada mais que a essência dos livros que se passam em um futuro de uma nação controlada por um governo opressor e coisas do tipo. Enfim, os capítulos curtinhos são ótimos, os personagens são muito bem construídos e eu adorei o James! Tá, ok. Sobre o romance, tenho a dizer que ele é bem intenso assim como o livro inteiro e é interessante acompanhar o jeito que ele foi se desenrolando.
“Passei minha vida dobrada entre as páginas dos livros. Na ausência de relacionamentos humanos, criei laços com as personagens de papel. Vivi amor e perda no meio das histórias enredadas na história; experimentei a adolescência por associação. Meu mundo é uma teia entrelaçada de palavras, amarrando membro a membro, osso a tendão, pensamentos e imagens todos juntos. Sou um ser composto de letras, uma personagem criada por frases, um produto da imaginação fabricado por meio da ficção.” (pág. 65/66)
É bom conhecer os fatos junto com a Juliette porque assim as surpresas são ainda maiores. Admiro a bondade presente na personalidade dela porque ela conseguiu administrar seu dom. Pode crer que muita gente por aí sairia tocando aqueles que não gosta. E com Juliette não é assim. Ela sofreu e tem vários motivos para sair descontando em todas as pessoas que algum dia, já a maltrataram. Porém, ela meio que entende isso tudo e no fim, fico feliz por ter conseguido encontrar... o que encontrou. 

Estou realmente curiosa para ler a continuação, ainda há várias perguntas sem respostas. Unravel Me será lançado em 05 de fevereiro de 2013 nos EUA. E... Destroy Me (o livro 1,5 da série) será lançado no início de 2013 no Brasil e a tendência é que a Novo Conceito comercialize apenas em versão digital. :/

20 comentários:

  1. Bom saber sua opinião sobre o livro...os leitores ficaram bastante divididos! Li e ameii o livro...ansiosa para outro lançamento.
    Beijos!
    Paloma Viricio- Jornalismo na Alma

    ResponderExcluir
  2. Estilhaça-me é um bom livro. Meio X-MEN, mas é gostoso de ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não posso falar se é meio X-MEN, já que bem... nunca gostei muito de histórias de super-heróis. Mas já li muitos comentários do tipo mesmo.

      Excluir
  3. Esse livro está na lista de minhas próximas leituras, li um pouco do primeiro capitulo em um livreto e gostei.
    http://leituramagnifica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O primeiro capítulo é realmente instigante. rsrs

      Excluir
  4. Oi,

    Eu gostei muito desse livro, por mais que eu tenha achado muito introdutório, pelo fato de ser o primeiro livro da série... Estou ansiosa para ler os outros.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será? Já é o antepenúltimo livro! rsrsrs

      Excluir
  5. Oi, Anna!

    Ainda não tive a oportunidade de ler esse, mas estou lendo ótimas críticas!

    Sério que será comercializado apenas na versão digital? Que pena. :/

    Beijos, flor.
    http://critiquinha.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como no exterior só foi lançado em e-book, tudo indica que aqui também será.
      Obrigada por comentar! *-*

      Excluir
  6. Oi Anna,
    eu gostei e não gostei do livro. É muito bem escrito, tem muita ação, romance e tal, mas eu não me identifiquei com a personagem =/ Porém também admiro esse controle que ela tem.
    Bom, eu não quero fazer isso mas eu tenho que dizer que Divergente é melhor. Sei que é ruim ficar comparando livros, mas eu gostei muito mais de Divergente. FOURever <4 kkkkkk
    Beijos.
    pranaoguardar.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem, eu também gostei bem mais de Divergente.
      Falando nisso... HAHAHAHA

      Excluir
  7. Oie!
    Eu adorei o livro, eme envolvi muito na história. Quando terminei de ler eu queria mais. Muito bom!

    Bjinhs*
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/2012/12/dica-de-leitura-com-fernanda-rocha_26.html

    ResponderExcluir
  8. Concordo com você. O inicio é memso cansativo, principalmente com todas aquelas frases riscadas.

    E eu não sabia que havia essa grande possibilidade de Destry me ser lançado só na versão digital. ):

    http://valvula-de-e5cape.blogspot.com.br | @valvuladee5cape

    ResponderExcluir
  9. Também estou curiosa pela continuação, mas também esperava mais. Senti falta de algo que até agora não sei dizer o que é. E acho que a autora podia ter feito uso maior de alguns ótimos elementos que ela tinha em mãos. Mas sei que é fácil pra gente criticar como leitor, rs.

    Beijos,

    Carissa
    http://artearoundtheworld.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem razão, criticar é fácil, mas também o livro não é perfeito e tal. :s

      Excluir
  10. Olá, boa tarde ^^
    Já tinha ouvido falar desse livro mas ele não tinha me chamado muito a atenção; achei interessante pela sua resenha ^^' Me deu vontade de ler; vai para a lista de leituras futuras :D
    Parabéns pela resenha.
    Beijinhos
    Isabelle - http://attraverso-le-pagine.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou da resenha.
      Obrigada por comentar! :D

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...