sábado, 14 de abril de 2012

Resenha - O Caçador de Pipas, de Khaled Hosseini

Título Original: The Kite Runner
Ano de Publicação: 2003
Nº de Páginas: 365
Editora: Nova Fronteira
Nota: 90/100

"  'Venha até aqui. Há um jeito de ser bom de novo' foi o que me disse Rahim Kham pouco antes de desligar o telefone. Disse isso como quem não quer nada, quase como se falasse consigo mesmo.
    Um jeito de ser bom de novo." 

     Oii, gente. O Caçador de Pipas se trata de um livro/filme que ouvia bastante as pessoas comentando. Sinceramente, não tinha interesse em lê-lo. Pensava ser um simples livro passado no Oriente que contava as aventuras infantis de dois garotos. Mas felizmente não é somente isso que é narrado no livro. É uma história de amizade. Uma amizade brutalmente rompida que gerou culpa e arrependimento por anos e por fim, leva à uma busca arriscada pela redenção e salvação de parte daquele que não teve sua lealdade correspondida.

     O Caçador de Pipas conta a história de Amir, um rico garoto afegão que cresce na cidade de Cabul ao lado de seu pai (baba) e do empregado da família, Ali. Abandonado pela mãe logo após seu nascimento, Hassan vive com Ali e da convivência diária no mesmo lar, desenvolve uma amizade com Amir ainda nos primeiros meses de vida. Os dois crescem como irmãos, brincando todos os dias no jardim da casa e vivendo aventuras juntos. Hassan, o determinado caçador de pipas que sempre está disposto a defender o amigo nas situações de perigo e Amir, o que sabe ler e escrever e encanta o outro com histórias de livros ou inventadas por ele mesmo.

     Boa parte da vida de Amir é narrada no livro e ele conta tudo o que passou durante esses anos a respeito da relação que tinha e passou a ter com seu pai e o mesmo com Hassan. Porém, o que mais me interessou mesmo foram os motivos que levaram à essa mudança de caminhos e pensamentos por todo esse tempo. Estou falando da parte histórica do livro. Geralmente, essas partes não são tão interessantes, mas dessa vez foi diferente. Talvez seja porque boa parte do livro se passa em um lugar que eu realmente não conhecia. O Afeganistão. É surpreendente o quanto a realidade do país muda depois de certo tempo e se aproxima bastante do que aconteceu de verdade. O enredo da história, ou seja, a amizade entre os garotos, a separação, a culpa, o arrependimento e a busca pela redenção poderia muito bem se encaixar na realidade.

     A narrativa não é complicada apesar de frequentemente aparecer expressões afegãs que não vêm acompanhadas de tradução, mas o contexto ajuda a entendê-las. Todo o livro é narrado por Amir e sinceramente, é difícil não ficar com raiva dos atos e decisões que ele toma em certos momentos, porém, tudo isso não passa dos defeitos dele. Todo mundo tem defeitos e os de Amir têm o direito de aparecerem com frequência na história, afinal é a vida dele que é contada ali. Inicialmente, a impressão que passa é que há uma espécie de amizade não-correspondida na infância dos garotos, mas no final das contas e mesmo que um pouco relutante, o personagem principal enfrenta desafios para se desculpar de seu amigo. Enquanto ainda há tempo.

     Só para finalizar, um breve relato: durante a leitura, teve capítulos que fiquei quase uma semana empacada porque não me sentia animada o suficiente para lê-lo em qualquer hora , no máximo, um capítulo antes de dormir. Depois de passar por essa parte, é que a coisa andou para valer. Mas o que quero dizer é que caso vocês desaminem como eu, não desistam. E outra dica: se você é daqueles que, como eu, relacionava os países “istão” e outros do Oriente Médio e Ásia Central a bombardeios, ditaduras e negociações de “cessar-fogo”, leia O Caçador de Pipas. A mídia não estava mentindo, mas pode crer que conhecer essa realidade de ponto de vista de um afegão que nasceu e cresceu lá é completamente diferente. Sério, ás vezes dá até para esquecer que o livro é de ficção.

     E vocês? Já leram O Caçador de Pipas? O que acharam? Já leram outro livro passado (ou pelo menos, boa parte) na região dos países “istão”? Quais? Comentem!

                                                                                                                     Beijos. ;)  

31 comentários:

  1. Oi

    Tenho o livro aqui em casa já faz um pouco tempo, mas nunca criei vontade de ler. Gostei bastante da resenha :D Até me animou um pouco.

    Gabi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também guardei ele aqui por um bom tempo antes de ler.
      Fico feliz que gostou da resenha!

      Obrigada por comentar! *-*
      Anna

      Excluir
  2. Ooooi Anna!
    Não creio que tu é blogueira, e de Gyn! *sonha* Me adiciona depois no Facebook, pra te add no grupo do Clube do Livro daqui! :D

    Então, eu nunca quis ler O Caçador de Pipas. Não me sinto atraída pela história, porque ela se passa no Oriente Médio e tudo mais.
    Foi bom ter lido sua resenha, porque me lembrou do livro. Por mais contraditório que seja, eu leio coisas que acho que não vou gostar, para ter uma opinião definitiva.
    Espero lê-lo neste ano ainda.

    Quando li A Menina que Roubava Livros me aconteceu a mesma coisa: tinha capítulos que eram muito lentos. Mas aí tinha uma hora que a leitura fluía com facilidade, e no fim AMEI o livro, até chorei...

    Beijos,
    Miriam - Booker Queen!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. :D Ok.
      De vez em quando, também tenho essa vontade de ler livros famosos, mas que não me atraem somente para ter uma opinião concreta. Mas só se encontrar alguém para pedir emprestado, né? kkk
      Espero ler A Menina que Roubava Livros também. Parece que é muito interessante.

      Obrigada por comentar! *-*
      Anna

      Excluir
  3. Oi Anna tudo bem ?
    Fiquei muito feliz que vc leu a resenha de Destino.
    É um livro que eu recomendo demais para quem gosta de romance.
    Sou uma pessoa muito romantica aliás.
    Espero que vc faça muito sucesso com seu blog, que eu já estou seguindo é claro.
    Obrigado, fiquei muito feliz em te receber lá no Clubedomeulivro.
    Bjão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. :D Obrigada por seguir o Castanha! *-*
      Anna

      Excluir
  4. Eu já li "O caçador de pipas" mas achei o tema muito pesado, foi um livro que não me agradou em todos os rumos em que uma leitura pode tomar, o protagonista sofre demais. E a leitura ao meu ver, é muito cansativa. Fiquei com raiva do protagonista por várias vezes. Sinceramente: Achei o livro chato demais. (Mas felizmente li até o final)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Repetindo: É difícil não ficar com raiva dele. Mas até que ele teve momentos alegres no decorrer da história, porém, não se desligava do passado. Quem sabe depois do final as coisas não iriam mudar, né?
      Que bom que, mesmo não gostando, leu até o final.

      Obrigada por comentar! *-*
      Anna

      Excluir
  5. Ainda não li o livro ou assistir o filme mais, sempre que escuto opiniões favoráveis sobre eles. Na verdade não fiquei muito interessada pelo enredo a primeira vista, mais sua resenha me deixou curiosa, para saber mais sobre a amizade dos protagonistas.
    Ótima resenha!!
    *bye*

    loucaporromances.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não assisti o filme, mas pretendo vê-lo assim que possível.
      Obrigada! *-*

      Anna

      Excluir
  6. Que show a resenha! Eu ainda não li esse livro , mas como você disse é muito falado e tbm me desperta a curiosidade.Parece ser um livro super emocionante. Olha, não desanime...porque tem muitos participantes na promoção da N.C , te desejo muito sorte mesmo!
    Beijocas!
    http://palomaviricio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. :D No meu caso, não foi emocionante a ponto de derramar lágrimas e talz, mas é interessante mesmo.
      Cuidado.Se você for desejar sorte pra todo mundo que está participando, seu estoque vai acabar! kkkk

      Obrigada por comentar! *-*
      Bjs.
      Anna

      Excluir
  7. Ah...eu tbm n sei o que faria se encontrasse uma Replay. kkkkkkk Sria no mínimo estranho!
    Beijocas!
    http://palomaviricio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oii, primeira visitinha por aqui o/
    Adorei muito o seu blog! Muito fofo, como você!
    Estarei comentando seus post!
    E aguardando mais post lindos como este.
    Valeu muito a pena dar uma passadinha aqui no seu cantinho.
    Seguindo, me segue também?
    Obrigada!!
    Território das garotas
    @territoriodg
    Bjss *-*
    http://territoriodascompradorasdelivro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Retribuirei a visita assim que puder.
      Obrigada por seguir o blog!

      Anna

      Excluir
  9. Oi, eu já vi o filme e não gostei muito... Mas foi por causa dele que eu dei uma chance para o livro xD... A coisa é que também não fiquei muito fã da obra literária @.@

    Eu achei bem legal e tudo mais, só que a leitura não me prendeu. Ah, gostei muito da sua resenha, ela é foi ótima e bem detalhada.

    Primeira passagem aqui e gostei! To seguindo \o

    Bjs
    Empório das Tentativas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comigo é o contrário: li o livro e somente por causa disso, vou atrás do filme. Como escrevi lá na resenha, a história não me interessava mesmo.
      Fico feliz que gostou da resenha!

      Obrigada por comentar e seguir o Castanha! *-*
      Bjs.
      Anna

      Excluir
  10. Eu já vi o filme, antes de saber que existia o livro. Eu sempre vejo esse livro na prateleira de onde compro meus livros,mas sempre pego outro pra comprar e ler, mas me interesso em ler esse livro sim, é emocionante né, como no filme! Acho legal também saber mais sobre o Oriente Médio e talz. Enfim, gostei da sua resenha. E do blog também, achei lindo *O*

    Beijos
    Meu outro lado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Direto o encontrava pelas prateleiras também. Rsrsrs
      Para quem não sabia praticamente nada sobre a região (eu!), o livro foi muito bom. Até essa parte dos jornais ficou mais interessante.

      Obrigada por comentar! *-*
      Anna

      Excluir
  11. Oi!
    Eu sempre vejo esse livro na biblioteca mas nunca tive vontade de pegá-lo emprestado sabe? acho que não faz muito o meu estilo. E quanto ao ler um livro passado no Oriente Médio nunca li, mas já tive a oportunidade de ler um passado na Índia e amei! É ótimo conhecer os costumes de outros países.
    Parabéns pela resenha.
    Beijos

    http://booksedesenhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conhecer outros países é realmente muito bom. Ainda mais quando não pagamos praticamente nada de passagem. Ok, viajar "ao vivo" também tem suas vantagens.
      Fico feliz que gostou da resenha!

      Beijos.
      Anna

      Excluir
  12. AH, não fiquei muito animada pra ler esse livro, a sua resenha é realmente ótima, mas o livro não me chamou atenção, apesar de ter se tornado um clássico, talvez eu o leia.

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aí está o que me fez lê-lo: "para ter se tornado tão conhecido, em algum aspecto deve ser bom". Rsrs

      Obrigada por comentar! *-*
      Bjs.
      Anna

      Excluir
  13. Eu já li este livro e me emocionei bastante
    Fiquei pensando na estoria por muito tempo
    E corri para assisti o filme, logo depois

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o tipo de história de ficar refletindo por um tempinho após a leitura.

      Obrigada por comentar! *-*
      Beijos.
      Anna

      Excluir
  14. esse foi o livro que me despertou o interesse pela leitura. concordo que ele tem alguns capítulos meio chatinhos, mas os acontecimentos das outras partes me fizeram ficar grudada nas páginas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As partes emocionantes compensam as cansativas. Principalmente a passagem do meio para o final do livro. :)

      Obrigada por comentar! *-*
      Anna

      Excluir
  15. Eu já tentei ler esse livro várias vezes, mas ele é cansativo como todo mundo disse acima, e eu não consigo me sentir atraída por ele, é possível que eu chegue a ler ele um dia, mas acho improvável haushaus. Enfim, ótima resenha Aninha, acho que nunca te disse, mas adoro seu blog, e mesmo você tendo só 14 anos (não é isso?) -e como se eu fosse muito mais velha que você haha- escreve muito melhor que um pessoal aí que tem 30.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo menos você não desistiu antes de tentar. :)
      Obrigada pelo comentário, viu? Você deve saber muito bem como é bom ter um "trabalho"(?) elogiado. *-*

      Beijos.
      Anna

      Excluir
    2. Nhá sua linda *-* Quero posts novos cadê?? xD

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...